Saltar para o conteúdo

Flood produtor de Violator

Sr. Mark Ellis é o enigmático FLOOD um dos produtores mais populares desde o final dos anos 80. Ele iniciou a sua carreira em 1978 onde começou a trabalhar no estúdio de gravação de London Recording Facility. Através o seu trabalho, rapidamente subiu de escalões e tornou-se um um dos mais prestigiosos engenheiros de sons em estúdio. Após essa ascensão meteórica, Flood decide de trabalhar em solo e assim ele começou a trabalhar para artistas famosos como New Order, em 1981 (para o álbum Movement) e muitos artistas como Soft Cell e Cabaret Voltaire.

(Atualização 01/08/2018)Flood produtor do álbum Violator

Mark Ellis é o enigmático FLOOD um dos produtores mais populares desde o final dos anos 80.
Ele iniciou a sua carreira em 1978 onde começou a trabalhar no estúdio de gravação de London Recording Facility.

Através o seu trabalho, rapidamente subiu de escalões e tornou-se um um dos mais prestigiosos engenheiros de sons em estúdio. Após essa ascensão meteórica, Flood decide de trabalhar em solo e assim ele começou a trabalhar para artistas famosos como New Order, em 1981 (para o álbum Movement) e muitos outros artistas como Soft Cell e Cabaret Voltaire.

Flood em seguida, decidiu de se lançar na produção. As suas primeiras produções foram importantes para Nick Cave e os Bad Seeds (The Firstborn Is Dead / Kicking Against the Pricks) e Erasure (Wonderland / The Circus).

Grande parte do trabalho de Flood foi com o U2, com quem começou a trabalhar em 1987 em The Joshua Tree. Com U2, Flood trabalhou nos álbuns seguintes: Achtung BabyZooropa (em duo com Brian Eno) e Pop.

Outros artistas com quem trabalhou Flood :

Nine Inch Nails : Pretty Hate Machine
Curve : Doppelganger
Nitzer Ebb : Ebbhead (em colaboração com Alan Wilder)
PJ Harvey : To Bring you my love
Smashing Pumpkins : Mellon Collie and the Infinite Sadness...

Violator de Depeche Mode
Album Violator

Com Depeche Mode, Flood produziu dois álbuns: Violator e Songs of Faith and Devotion. Ele produziu estes dois álbuns altamente sublimes, a colaboração entre Depeche Mode e Flood deu uma grande emoção e gloria para os álbuns DM.

O nome de Flood foi-lhe atribuido de uma maneira engraçada, ele entornava constantemente o chá no estúdio quando começou sua carreira... e foi por isso que lhe deram esse nome FLOOD que significa en inglês: inundações, flux...

Em 2013, Flood trabalhou novamente com Depeche Mode, sendo responsável pelo processo de mixagem de seu álbum "Delta Machine", produzido por Ben Hillier.
Saber mais sobre : Flood (producer)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *