Saltar para o conteúdo

Alan Wilder de Depeche Mode até Recoil

Alan Wilder
Alan Charles Wilder

(Atualização 03/08/2019)
Alan Charles Wilder nasceu em Londres a 01 de junho de 1959. Alan vem de uma família estreitamente ligada à música, um de seus irmãos é professor de teoria musical na Finlândia e outro irmão toca piano (música clássica).

Alan Wilder atuou em diversos grupos, o primeiro foi The Dragons. Alan trabalhou como um "tea-boy" nos estúdios, e passou parte do seu tempo, quando os estúdios estavam livres, a tocar instrumentos e trabalhar sobre o aspecto técnico da música que lhe interessava, já naquela época...

Após a sua experiência com os The Dragons, entrou num grupo de New Wave com influências de jazzy: Daphne and the Tenderspots, e eles lançaram um single: "Disco Hell". Não foi muito feliz nesta formação.

Finalmente, ele integra no grupo Depeche Mode, respondendo a um anúncio no semanário Melody Maker Music no final do ano 1981. Na verdade, o grupo precisava de ajuda e de um bom músico, após a inesperada saída de Vince Clarke.

A história diz que Alan mentiu quando ele foi contratado, porque os DM estavam à procura de alguém com menos de 21 anos, quando ele já tinha mais de 22 anos. Ele ajudou um pouco em 1982 no desenvolvimento do álbum "A Broken Frame", mas ele ainda não tinha um papel importante no grupo, não era um membro oficial da banda até ao final de 1982 (exibido pela primeira vez no vídeo clipe para "See You"), mas Alan Wilder era um músico muito bom, com bastante conhecimento na técnica e música, o que levou os membros do DM no final do ano 1982, fazê-lo como um membro oficial do grupo.

Já podemos sentir a influência de Wilder no terceiro álbum dos DM, "Construction Time Again", com o uso de sons variados e diferentes ... Foi um dos elementos mais importantes na música de DM e na evolução do som. Alan Wilder sempre foi o homem da "técnica", capaz de encontrar sons que estariam em harmonia com a música e letras musicais de Martin, como também em harmonia com a bela voz de Dave Gahan.

Alan por vezes chamado Slik ou Ron Fellini desempenhou um papel importante na produção do álbum Violator, especialmente com DM e SOFAD, onde ele levou algum tempo para refazer cada música até que seja perfeita. Leve em conta o facto de que, se DM tem músicas tão lindas do ponto de vista musical, Alan Wilder está lá para alguma coisa.

Mas Alan teve sempre outras atividades à sua volta, trabalhou inclusivamente no seu projeto em solo "Recoil", com quem lançou o seu primeiro LP: "1+2" em 1986 e seu primeiro álbum "Hydrology" em 1988. Em 1992, Alan Wilder lançou "Bloodline", onde ele trabalhou com outros artistas, como Douglas McCarthy de Nitzer Ebb (ele ajudou a produzir um dos seus discos) ou Bukka White e muitos outros...

Os anos escuros de Alan Wilder dentro do grupo DM, foram no Devotional Tour, que foi um pouco destrutivo para todo o grupo. Alan foi o único responsável por quase todo o processo de produção do álbum, ele trabalhou bastante duro para este álbum (também co-produziu o lançamento do álbum Songs of Faith and Devotion em Live) ... enquanto os outros membros do grupo perdiam-se em seus próprios problemas. Após o Tour de SOFAD em 1995, Alan Wilder anunciou a sua saída no grupo Depeche Mode, após 13 anos de uma excelente colaboração, Wilder sentiu que o seu trabalho e competências não foram reconhecidas ao seu justo valor dentro do grupo, e então ele não quis mais trabalhar com a formação músical do grupo DM.

Em 1997 ele lançou um novo álbum com Recoil chamado "Unsound Methods", e dois singles: "Drifting" e "Stalker" é um ótimo e grande álbum que mostra sua genialidade musical ... Neste álbum, ele contou com o apoio e participação de vários artistas, incluindo Douglas Mc Carthy novamente, e Siobhan Lynch, mas também a sua companheira Hepzibah Sessa, com quem ele teve uma linda garota chamada Paris.

Em fevereiro de 2000, Alan lançou um novo álbum do projeto Recoil: Liquid. Após um longo período de inatividade, Recoil retorna com um novo álbum e com uma conotação de blues Subhuman, lançado em julho de 2007.

Recoil / Alan Wilder. Official trailer of 'A Strange Hour In Budapest' 2012.



Recoil - Alan Wilder (Playlist)


Discography
Studio albums and EPs
1 + 2 (EP, 18 August 1986 / Stumm 31)
Hydrology (25 January 1988 / Stumm 51)
1 + 2 and Hydrology were released on CD as Hydrology plus 1 + 2 (1988).

Bloodline (13 April 1992 / Stumm 94)
Unsound Methods (27 October 1997 / Stumm 159)
Liquid (6 March 2000 / Stumm 173)
subHuman (9 July 2007 / Stumm 279)

Compilation albums
Selected (Compilation, 19 April 2010)

Singles
"Faith Healer" (9 March 1992 / Mute 110) UK No. 60[14]
"Drifting" (13 October 1997 / Mute 209)
"Stalker / Missing Piece" (9 March 1998 / Mute 214)
"Strange Hours" (3 April 2000 / Mute 232)
"Jezebel" (21 August 2000 / Mute 233)
"Prey" (25 June 2007 / iMute 372)[15]
"Prey / Allelujah" (enhanced CD) (25 February 2008 / CDMute372)

Blu-Ray
A Strange Hour in Budapest (2012)

Other
"Dum Dum Girl" – Spirit of Talk Talk (2012) by Various Artists
"Inheritance" – Spirit of Talk Talk (2012) by Various Artists

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *